Bicicletas dobráveis: um comparativo entre Blitz, Dahon e Caloi

Este ano tive duas bicicletas furtadas dentro do meu prédio, por conta disso decidi comprar uma bicicleta dobrável, com o intuito de guardá-la dentro de casa. Comentando no twitter e no facebook, alguns amigos se mostraram interessados em mais informações, e decidi compartilhar a pesquisa que estou fazendo sobre bicicletas dobráveis aqui no blog.

Bicicletas dobráveis podem ser colocadas num cantinho da sala, no porta-malas do carro, embaixo da mesa no trabalho ou transportadas com uma bolsa específica – o que é especialmente interessante para quem gostaria de utilizá-la conjuntamente com o transporte público (como no caso das Barcas, que cobram o transporte de bicicletas normais durante a semana à parte, ou no caso do Metrô Rio, que impede o transporte de bicicletas normais durante a semana).

As dobráveis são bicicletas que, na maioria das vezes, possuem uma roda de tamaho diferenciado (20″ / 50 cm), e o canote (ferro do banco) e mesa (ferro do guidão) mais alongados do que numa bicicleta normal. Esta é uma bicicleta dobrável típica:

foldable bike love - dahon mariner d7 por Tricia Wang 王圣捷

Apesar de aparentar certa fragilidade, as dobráveis são bem flexíveis – costumam servir para pessoas de diferentes tamanhos. Por exemplo, a Dahon Speed D7 suporta pessoas de até 1,42 a 1,95 metro, com até 105 kg. Então se você é grande isso muito provavelmente não será um problema.

Em geral, elas dobram no meio do quadro e na mesa, além de permitirem torção do guidão (para que ele fique paralelo ao quadro) e recolhimento e torção do canote (para o banco ficar baixinho) e dos pedais (que dobram, ficando paralelos ao quadro, ocupando menos espaço). Uma bicicleta dobrável típica fica com esta aparência quando dobrada:

folded with ergon gc3 grips por owenfinn16

Apesar de no mercado nacional existirem bicicletas dobráveis com rodas de 16″ (40 cm) a 26″ (66 cm), irei focar nas de 20″, que são as mais populares; além disso, listarei as bicicletas por ordem de preço, indicando as lojas online mais baratas. O menor preço foi encontrado através do Buscapé no momento da confecção do texto, e não indicam preferência por nenhuma loja em específico; caso você tenha interesse em adquirir alguma das bicicletas, recomendo fazer uma nova tomada de preços, assim como verificar nas bicicletarias locais. Mencionei também o preço parcelado, para que você possa comparar com o seu gasto mensal com transporte e ver o quanto pode economizar comprando a bicicleta e em quanto tempo ela se paga.

No Brasil, as bicicletas dobráveis mais vendidas são de 2 fabricantes internacionais, a Blitz e a Dahon. A Blitz possui uma penetração maior no mercado nacional – o que se dá, na minha opinião, principalmente por ter bicicletas com um preço mais baixo que a Dahon -, enquanto a Dahon domina o mercado mundial (com 2/3 da venda de bicicletas dobráveis) mas é menos popular aqui no Brasil devido a seu preço maior. Além disso, a Caloi recentemente retornou ao mercado de bicicletas dobráveis com o modelo Urbe.

Sem mais delongas, vamos à lista!

Blitz City

O modelo mais simples das bicicletas dobráveis é a Blitz City. Com quadro de aço-carbono (ao contrário dos outros modelos, de alumínio) ela é um pouco mais pesada que as demais (14 kg, contra aprox. 12 kg dos outros modelos) e não possui marchas, sendo a opção mais em conta à venda, indicada para trajetos curtos e planos. Infelizmente o site da Blitz é pobre em especificações técnicas, mas a Blitz City conta também com bagageiro e para-lamas, e está disponível em duas cores, grafite e preto fosco. O melhor preço que eu pude encontrar foi R$ 599 (em até 12x de R$ 49,92, sem juros) ou com 5% de desconto no pagamento em boleto (R$ 569,05) na freecycle. Veja outras lojas no Buscapé.

Blitz Alloy

Em ordem de preço, o modelo seguinte é a Blitz Alloy. Mais leve que a City (12,5 kg, vs. 14 kg), ela possui 6 marchas (Shimano Tourney, com passador Grip Shift, daqueles que se gira como um acelerador de moto), além do quadro de alumínio (razão do peso menor) e aros da roda de aço inoxidável (de maior qualidade que os da City, que são zincados). A Blitz Alloy está disponível em três cores – preto fosco, grafite e vermelho – a partir de R$ 889 (em até 10x de R$ 89,90, sem juros) no CompraFácil. Veja outras lojas no Buscapé.

Dahon Durban Metro


A Durban Metro é uma dobrável simples, de uma marcha, fabricada pela Dahon (embora não conste no site, não pude descobrir o porquê), seria equivalente à Blitz City. Ela traz algumas melhorias ao modelo da concorrente, tais como o peso reduzido (11,5 kg vs. 14 kg) e quadro de alumínio. Disponível em quatro cores – amarelo, marrom, rosa e azul piscina – a partir de R$ 990 (em até 12x de R$ 82,50, sem juros) na Netshoes. Veja outras lojas no Buscapé.

Blitz Impulse

O modelo seguinte é a Blitz Impulse. Ligeiramente mais leve que a Alloy (12 kg, vs. 12,5 kg), permite maior velocidade, por possuir uma relação diferenciada, com uma catraca maior e pneus slick (mais finos); possui um sistema de dobratura simplificado, quadro hidroformado de alumínio, passador indexado (aquele que as marchas “pulam” para o lugar certo, mais simples de utilizar) e cubos reforçados. A Blitz Impulse está disponível em quatro cores – branco, preto, verde e vermelho – a partir de R$ 1219 (em até 12x de R$ 101,58, sem juros) no Submarino. Veja outras lojas no Buscapé.

Dahon Eco C7


A Dahon Eco C7 é anunciada no site como o modelo de entrada da empresa. Com 12,1 kg, possui alguns diferenciais interessantes, como pneus de alta pressão (65 psi) e 7 marchas, bem como o sistema de dobras da Dahon, superior ao da Blitz. As outras características seguem o encontrado nas outras bicicletas, como quadro de alumínio, por exemplo. A Dahon Eco C7 está disponível em quatro cores – branco, preto, azul e vermelho – a partir de R$ 1490 (em até 12x de R$ 124,17, sem juros) na Netshoes. Veja outras lojas no Buscapé.

Caloi Urbe

A Caloi, que já foi referência no mercado nacional de bicicletas dobráveis com a clássica Caloi Berlineta a partir da década de 60, tirou o produto de linha após a grande popularidade do ícone Caloi 10 e das mountain-bikes. Agora, com a recente (re-) popularização dos modelos dobráveis, está voltando ao mercado com a Caloi Urbe. Única opção nacional, parece ser um modelo recém-lançado, pois não pude encontrá-lo em nenhuma loja online (nem mesmo na loja oficial da Caloi). Porém, daqui a alguns meses, talvez venha a ser uma opção interessante. O preço sugerido de venda é R$ 1499. Veja mais detalhes no site da Caloi.

Dahon Speed D7

A Dahon Speed D7 seria o modelo topo de linha das bicicletas de 20″ vendido no Brasil (pelo menos que eu pude encontrar facilmente na internet). Dentre os diferenciais em relação à Eco C7 estão a relação mais speed (34″-92″ da Speed D7 contra 37″-73″ da Eco C7), além de componentes e juntas de qualidade superior. A Dahon Speed D7 está disponível em 8 cores (no site do fabricante, não sei se todas estão disponíveis no Brasil) por R$ 1890 (em até 12x de R$ 157,50, sem juros) na Netshoes. Veja outras lojas no Buscapé.

Fora as bicicletas de 20″, existem outras opções, como a Dahon Curve D3, de aro 16″ (com roda ainda menor, mais portátil) à Dahon Matrix, de aro 26″ (de tamanho “normal” como as mountain-bike convencionais).

Você tem uma bicicleta dobrável? Tem vontade de ter uma? Deixe seu comentário!

225 opiniões sobre “Bicicletas dobráveis: um comparativo entre Blitz, Dahon e Caloi”

  1. Nighto, antes de tudo, PARABÉNS! Você já percebeu, pela quantidade de comentários, que fez um grande serviço de utilidade pública. Obrigado!

    Estou há algum tempo "paquerando" a Speed D7, e como você declarou ser feliz proprietário de uma, e tem opiniões balizadas e interessantes sobre o assunto, gostaria de tirar algumas dúvidas. Será que vc poderia me ajudar?:
    -Alguns proprietários reclamam do selim original, dizendo que é desconfortável. Você concorda com a crítica? trocou o selim? Se sim recomenda algum?
    -Notei tb que alguns proprietários delas reclamam da fragilidade dos pneus ante os obstáculos que temos em nossas cidades, e alguns se mostraram satisfeitos ao trocarem por pneus mais resistentes. Essa crítica procede? Se vc recomenda a troca dos pneus sugere algum específico?
    -Outra crítica comum é com relação aos pedais dela, que quando molhados escorregam bastante. Vc os trocou? Recomenda algum pedal específico?
    Por fim, gostaria de saber se tem algum comentário a mais ou recomendação específica sobre a Dahon Speed D7.
    Obrigado pela atenção!

    1. Obrigado Bruno. Vamos às suas questões:
      1) Não acho o selim desconfortável, mas também não sou super especialista em selins para saber se ele é ruim ou não. O fato é que eu não me sinto incomodado, funciona bem pra mim. Não uso short de ciclismo diariamente (pedalo cerca de 10km com ela todos os dias indo e voltando do trabalho) mas, em passeios maiores (30km+) utilizo e não sinto problemas. Não troquei o selim, continua usando o original, que foi um Velo Plush (se não me engano).
      2) Também não vejo problemas com os pneus. O meu da frente ainda é o original, mas o de trás foi substituído por ter ficado desgastado (careca). Coloquei um bem semelhante, que apenas não tem a banda de iluminação (reflexão) lateral. Funciona bem. acho melhor que pneus com trava. Mas, de novo, não sou especialista em pneus, não experimentei múltiplos tipos para chegar a conclusão de que ele é melhor ou pior que outro.
      3) Os pedais escorregam um pouco no molhado sim, isso é verdade. Mas não me incomoda, não cheguei a trocar.
      Uma coisa que me incomoda um pouco nela é a regulagem da mesa, às vezes ela dá uma folga e fica presa levemente torta (coisa de 2 ou 3 graus), sempre para o mesmo lado. Nada que impeça o uso com segurança, só incomoda um pouco mesmo. Mas acho que deve ser específico do meu modelo, já vi outras pessoas com o mesmo modelo da Dahon sem terem esse problema.

      []s

    1. Olá, Carlos ! Tudo Bem ?

      Eu pesei por volta de 130Kg e a Dahon aguentou o tranco. Não tive problemas com ela. Mas tem que ficar esperto para não ter nenhuma folga nas blocagens/dobradiças.

      Grande abraço

  2. Olá
    Estive lendo o artigo e queria saber se a Durban Bay 6 serve para um pessoa com 1,89 e q pesa 115 kg ?
    Mto Obrigado pela atenção e para parabens pelo artigo e pelo blog !

    1. Dizem que a Durban é uma Dahon que foi remarcada. Eu não conheço. Para falar a verdade nunca nem vi uma ao vivo. Se realmente for uma Dahon, com suas super blocagens. Ela aguenta o seu peso. Veja o que respondi para o Carlos Eduardo. Tenho 1,78m e ja pesei entre 133Kg e 120Kg, e já tive umas 6 Dahon sem problema algum. Abraços.

  3. Olá, estou com dúvida, estou querendo comprar uma dobravel, estou entre a caloi urbe e a durban bay 6, qual seria a melhor?
    Alguém sabe se a altura do selim e do canote de abas são da mesma altura?

  4. Comprei uma Blitz City para usá-la somente em ciclovias, mas estou com dificuldade para dobrá-la, o que me atrapalhou muito, pois dependo de transportá-la na mala do carro. Alíás, ainda não a usei por conta disto. Não sei se é dura mesmo ou se eu não tenho força suficiente, pois sou idosa.
    Existe algum macete que facilite a dobra ou esta depende exclusivamente de força muscular?Peço ajuda!!!

  5. Olá. Comprei uma caloi urbe, seguem minhas impssões.

    Prós:
    Leve, linda, fácil de dobrar, vem com para lamas, bagageiro, espelho retrovisor, campainha "trim-trim" e refletivos obrigatórios por lei.
    A relação de marchas são mais que satisfatórias para a cidade.

    Impressões:
    Revo shift: para uma urbana, é mais que satisfatório.
    Velocidade final: não vá correr muito! Ele fica bem instável em grandes velocidades. Foi feita para chegar, e não chegar rápido.
    Regulagens: antes de tirar da caixa e sair usando, leve-a para regulagem. Eu tomei um tombo pois não segui esta dica minha! Ela desdobrou o guidão comigo numa subida! Tudo desrregulado, raios, freios, travas de dobra, marcha! Tudo! Ela só vem, pré montada.

    Contras:
    O espelho retrovisor não presta. Atrapalha mais que ajuda. Nem instale! No lugar dele, comprei dois bitwins convexos! Excelentes!
    Espaço para colocar o porta caramanhola é muito próximo ao guidão. Tem que ser uma caramanhola média.
    Os pneus parecem são frágeis.
    Pedal dobrável de plástico.

    O que eu teoquei? Pedais, coloquei um com travas metálicas e retrovisor.
    Por curiosidade e vaidade, coloquei um shimano nexus de 8 velocidades com freio roler breack. Ainda não testei, está na oficina. Mas de cara, tive que trocar o aro traseiro, pois a caloi urbe só tem 18 raios! E o cubo da frente que vem no kit, não cabe no garfo. Haaa, tive que fazer uma adaptação para o freio roler pois o quadro da caloi urbe é bem fora do padrão.
    É isto!
    Abraço

  6. Amigo, tenho duas blitz. Favor comprar dahon.. Nao caia nessa do mais barato nao pois comprei uma para mim e para minha noiva e tudo nela estraga, nao funciona com o tempo. Hoje tenho que comprar um pedal, pneus, paralama, etc pois tudo eh iinha baixa..

  7. Agradeço a TDs pelas informacoes, me ajudaram muito a definir o q comprar. Optei por uma d alumínio, q achei bem leve e pratica p dobrar. O pedal TB dobra….gostei do atendimento da declathon pois pude andar em varias, montar, desmontar e ai escolher a q apresentou melhor custo beneficio. Hj fiz meu primeiro passeio… amei! A marca q comprei e' b'twin. A única coisa q eu melhoraria e' o banco… estou acostumada c banco maior… quero arrumar uma capa ou ate troca-lo.

  8. Estava numa dúvida cruel, esse apanhado realmente é mão na roda. Sorte minha ter encontrado uma pesquisa e detalhamento tão apurado das dobráveis. Parabéns, só me resta saber se encontramos reposição de peças com facilidades. Obrigada!

  9. Pessoal, vcs teriam uma dica de onde consigo uma dahon c7 ou durban bay 6 em um preço bom?
    Comprei pelo submarino, mas acabou no estoque e eles devolveram o dinheiro.
    Obrigado

  10. Cara, qual o modelo e marca que seria segura para subir e descer meio fio? (Não digo no sentido de fazer extravagâncias! É apenas pela comodidade de não precisar descer da bike para atravessar ruas!)

    Obrigado!

    1. Só hoje, 19/7/14, ví sua postagem. Há dois anos comprei uma dobrável Track & Bikes modelo Smart Ciclo.Só tive uma crítica ao produto:o canote, o tubo do selim, é muito curto. Tive de fazer uma adaptação para aumentar a altura do selim.escreví para a fábrica informando o problema, mas eles nem se incomodaram. Dois anos depois, precisei comprar outra dobrável, e o preço me empurrou , novamente paraa Smart Ciclo : o canote continuava curto, mas o pior é que o descanso também tinha encurtado: a bike ficava quase em 45 graus quando parada. Não tenho críticas quanto ao produto, com exceção destes dois ítens. E o preço é bem convidativo, bem menor que o de outras.Lembre-se que ela é de aço, enquanto a maioria é de alumínio. Mas a fábrica Track & Bikes tem o modelo Smart Pro, também de alumínio, um pouco mais cara.

  11. Eu uso, no dia-a-dia uma Caloi Sport 100, aro 26 e não dobrável. Faz cerca de um ano, entretanto, comprei uma Easybiking aro 16, dobrável, com 3 marchas (Shimano Nexus) que me deixou bastante satisfeito!

    Eu a escolhi, principalmente, por dispor de pequenos rodízios na traseira do bagageiro, que viabilizam transportá-la, depois de dobrada, puxando ou empurrando pelo selim, como se fosse uma mala com rodas.

    Ela fica na mala do carro e permite que eu faça um intermodal, estacionando em locais menos disputados, além de ser útil em viagens, embora eu ainda não a tenha levado em aviões.

    Acho que vale a pena conhecê-la.

  12. Há dois anos comprei uma dobrável Track & Bikes modelo Smart Ciclo.Só tive uma crítica ao produto:o canote, o tubo do selim, é muito curto. Tive de fazer uma adaptação para aumentar a altura do selim.escreví para a fábrica informando o problema, mas eles nem se incomodaram. Dois anos depois, precisei comprar outra dobrável, e o preço me empurrou , novamente paraa Smart Ciclo : o canote continuava curto, mas o pior é que o descanso também tinha encurtado: a bike ficava quase em 45 graus quando parada. Não tenho críticas quanto ao produto, com exceção destes dois ítens. E o preço é bem convidativo, bem menor que o de outras.Lembre-se que ela é de aço, enquanto a maioria é de alumínio. Mas a fábrica Track & Bikes tem o modelo Smart Pro, também de alumínio, um pouco mais cara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre lang="" line="" escaped="" cssfile="">